CASTELO FUTEBOL CLUBE

A fundação da agremiação Castelo Futebol Clube é datada de 1º de janeiro de 1930, substituindo o nome de S.C. Alfaiate.

 

O Estatuto do Clube foi aprovado em Assembleia Geral, realizada em 06/12/32, e publicada no Diário Oficial do Estado em 17/12/48. O pavilhão, flâmula, escudo e uniforme é presentado pelas cores preta e branca.

 

Em 1º de junho de 1955, o Castelo Futebol Clube foi reconhecido como entidade jurídica de direito privado de “Real Utilidade Pública”, pelos relevantes serviços prestados à educação cívica, física, moral e social da mocidade castelense, por força da Lei Municipal nº 140, de 01/06/55.

O município de Castelo é eminentemente ligado a natureza esportiva, principalmente ao futebol. Nos últimos anos, o futebol tem sido alavancado neste Município em decorrência da participação do Castelo Futebol Clube no Campeonato Estadual de Futebol Profissional. Fato idêntico ocorre em relação ao futebol feminino onde a equipe do Comercial Sport Club por vários anos se encontra no topo deste esporte no cenário estadual.

 

Apesar deste avanço, atualmente vários atletas do Município de Castelo desenvolvem o seu futebol em cidades e regiões vizinhas, enfrentando condições desfavoráveis e desapropriadas de trabalho.

Ante essa situação, desenvolvemos esse projeto, com fito a oferecer melhores condições de trabalho e repatriar esses jovens valores para o seio de nossa cidade, propiciando um preparo mais eficiente e consequentemente maior chance de fazê-los alcançar “voos” maiores no futebol.

 

Ante essa expectativa do castelense em possuir na sua terra uma equipe composta por atletas do Município e regiões vizinhas, com o objetivo de disputar esse esporte de alto rendimento, é que desenvolvemos este projeto.

 

A primeira partida de sua história traz uma curiosidade. A equipe do Castelo foi jogar fora da cidade, porém o carro que transportava os jogadores acabou quebrando e eles tiveram que continuar o caminho até o campo a pé. Os mais bem preparados fisicamente chegaram e foram colocando a roupa rapidamente e apenas 8 jogadores entraram em campo para o apito inicial, porém, pela pressa de estarem prontos, alguns jogadores acabaram calçando chuteiras com os pés trocados. O Castelo abriu o placar ainda com menos jogadores em campo, entretanto quando todos os jogadores entraram em campo, a equipe adversária virou a partida e venceu por 2 x 1.

 

O Castelo disputou o Campeonato Capixaba de 1995 pela última vez, pela primeira divisão.

 

Em 2001 o Castelo voltou a jogar profissionalmente, pela segunda divisão capixaba, ficando em último lugar. No ano seguinte, em 2002, a equipe terminou a competição em quarto lugar e não conseguiu o retorno para à elite do futebol capixaba. O último jogo profissional do Castelo foi no dia 23 de junho de 2002, na derrota por 3 x 2 para o Vitória, na casa do adversário.

 

De 2002 até 2010 o Castelo só disputou competições nas categorias de base. Em 2011, voltou a cena do futebol profissional, disputando a Série B do Capixabão.

Em 2013, consegue ir para a final do Capixabão Série B e garante o seu acesso ao Capixabão Série A de 2014.

IDOLOS CASTELO FC
FUMANCHU

Jorge Luiz da Silva, mais conhecido como Luiz Fumanchu (Castelo, ES), é um dirigente esportivo, técnico de futebol, comentarista esportivo e ex-futebolista brasileiro, que atuava como ponta-direita. Como treinador, não chegou a comandar nenhuma equipe.

 

Pito, como era conhecido na juventude, começou a dar seus primeiros passos ainda com 14 anos, nos juvenis do Castelo Futebol Clube, time da sua cidade natal. Era apelidadoPito pelo fato de vender pirulitos naquela época. Não demorou muito para que seu irmão Sérgio Roberto, então jogador do Fluminense, o trouxesse às categorias de base do tricolor.

 

Logo, o jogador atraiu o Vasco, onde foi jogar nas categorias de base e onde o capixaba começou sua carreira como Luiz Fumanchu, apelido dado após assistir um filme decaratê e ser perturbado pelos demais jogadores do Vasco, que deixaram o apelido de "zoação" marcado na história de Luiz. Quando ultrapassou a idade da categoria juvenil, em 1976, Fumanchu foi emprestado ao Sport Recife, mas logo voltou para o clube cruzmaltino, onde fez, inclusive, dupla de ataque com Roberto Dinamite. E assim, vieram as conquistas da Taça Guanabara e do Campeonato Carioca daquele ano. Mesmo obtendo destaque no Vasco, o jogador foi vendido com passagem de volta a Pernambuco, mas dessa vez para o Santa Cruz. Marcou época também no Santa, e depois voltou para o Fluminense, contratado junto ao atacante Nunes. Fumanchu atuou pelo Fluminense, o time que ele mesmo cita ser seu clube do coração, entre os anos de 1978 e 1979, nessas temporadas marcou vários gols sendo um dos principais artilheiros do time junto com Doval e Nunes.

 

Pouco tempo depois, foi para seu primeiro clube estrangeiro: o América do México. Depois, voltou para o Brasil, agora para o CR Flamengo, do então craque Zico, e ainda chegou a jogar no Londrina, onde encerrou a carreira.

ZÉ AFONSO

José Afonso Moreira Ferreira, conhecido como Zé Afonso (Conceição do Castelo, 7 de novembro de 1971) é umfutebolista brasileiro. Iniciou no Rio Branco-ES e Linhares, ambos times do Espirito Santo, até chegar ao Grêmio, onde foi campeão brasileiro.

 

Depois passou por outros times brasileiros (União São João, Botafogo-SP, América Mineiro e Atlético Paranaense) até atuar no Belenenses, em Portugal, na temporada 2001/2002. De volta ao Brasil, atuou pelo Guarani (2002) e Remo(2003), indo para o Kazma Sporting Club, do Kuwait.

 

Nos últimos anos, atuou por diversos times: Santa Cruz, Estrela do Norte, Vitória-ES, Desportiva Ferroviária, Operário-MS.

 

Em 2010, jogava novamente pelo Desportiva Capixaba. Em 2013 atuo pelo Castelo, pela segunda divisão do campeonato capixaba.

HISTORIA

Nossos patrocinadores:

Apoio:

© 2017 Castelo FC. Todos os direitos reservados.

Site criado por COACH BRAZIL.